Connect with us

Saúde e Beleza

Dr. Seung Lee é cirurgião plástico especialista em cirurgias de Lipo HD, cirurgias da mama e Abdominoplastia HD

Published

on

Dr.Seung Lee - Crédito da Foto: Acervo Pessoal

Dr. Seung Lee se formou em medicina no interior do Rio de Janeiro, na UNIFOA. Após conclusão realizou residência médica em cirurgia geral pelo Hospital Federal de Ipanema e em seguida residência médica em cirurgia plástica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Dr adquiriu o “título de especialista pelo MEC” e pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Após conclusão das graduações, resolveu ir para fora do país expandir seus conhecimentos. Fez um Fellow em cirurgia plástica estética na Coréia do Sul, na Oblige Plastic Surgery.

“Minha paixão sempre foi cirurgias de contorno corporal, por isso hoje eu realizo apenas essas cirurgias. Aprendi a técnica de Lipo HD com o criador dessa técnica, o Dr. Alfredo Hoyos.

Dr.Seung Lee - Crédito da Foto: Acervo Pessoal
Dr.Seung Lee – Crédito da Foto: Acervo Pessoal

Realizei também o curso UGRAFT para atingir resultados além do que apenas a Lipo HD proporcionaria.

Remodelamento de costela foi a técnica mais recente que chegou ao Brasil, que também já realizamos.” Dr. Seung Lee

Advertisement

Dr Seung é especialista em cirurgias da mama. Domina as técnicas de recuperação em 24h, Mastopexia em L e em short scar.

“Acredito que as tecnologias ajudam a melhorar os resultados e também trazer maior segurança aos procedimentos. Por isso hoje, utilizo todas as tecnologias mais recentes no mercado”, afirma Dr. Seung Lee.

Siga no Instagram: @dr.seung  /  @vivi_saar

Site: https://seunglee.com.br

Dr.Seung Lee - Crédito da Foto: Acervo Pessoal
Dr.Seung Lee – Crédito da Foto: Acervo Pessoal
Dr.Seung Lee ao lado de sua esposa e socia Dra Vivi Saar - Crédito da Foto: Acervo Pessoal
Dr.Seung Lee ao lado de sua esposa e sócia Dra. Vivi Saar – Crédito da Foto: Acervo Pessoal

Advertisement

Saúde e Beleza

A Jornada na Terapia Alimentar: Transformando a Relação das Crianças com a Comida

Published

on

By

A introdução alimentar é um desafio e tanto para os pais e bebês que estão descobrindo os alimentos e começando uma nova jornada juntos, não é verdade? Você está tendo dificuldade em escolher os alimentos corretos e promover a adaptação do seu filho nessa nova fase? Mari Taranto é uma renomada nutricionista infantil e terapeuta alimentar, com mais de 15 anos de experiência na área. Sua paixão pela transformação da vida de crianças com seletividade e dificuldades alimentares, assim como suas famílias, a levou a se especializar na terapia alimentar.

Essa etapa crucial da introdução alimentar pode gerar preocupações e questionamentos, afetando não apenas a nutrição dos pequenos, mas também o bem-estar de toda a família. Entender a complexidade desse processo é fundamental para lidar com ele de forma eficaz. É nesse contexto que a figura do nutricionista infantil ganha destaque. Esse profissional especializado não apenas auxilia na elaboração de cardápios balanceados, mas também desvenda os mistérios por trás das dificuldades alimentares infantis, oferecendo orientações e estratégias específicas para tornar a introdução alimentar uma jornada mais tranquila e prazerosa.

Neste contexto, oferecer o serviço de um nutricionista infantil pode ser uma peça-chave para pais e cuidadores que desejam fornecer uma alimentação saudável e equilibrada para suas crianças, transformando as refeições em momentos de aprendizado, descoberta e, principalmente, saúde. Ao investir nesse serviço, abre-se um caminho para compreender e superar os desafios comuns enfrentados na alimentação infantil, garantindo um desenvolvimento saudável e feliz para os pequenos.

Ao longo de sua carreira, Mari notou um aumento significativo no número de crianças enfrentando desafios alimentares, o que despertou ainda mais seu interesse pela terapia alimentar. Sua abordagem vai além de simplesmente incentivar novos alimentos – ela busca entender as necessidades individuais de cada criança, tornando o ato de comer prazeroso e livre de estresse.

A profissional compreende profundamente as preferências e aversões de cada criança, utilizando estratégias lúdicas para criar associações positivas com a alimentação. Além disso, ela oferece suporte não apenas para as crianças, mas também para os pais e cuidadores, reconhecendo a importância dessa parceria na promoção de hábitos alimentares saudáveis.

Se você está enfrentando dificuldades na alimentação do seu filho, Mari Taranto está disponível para ajudar. Em seu consultório localizado no Grajaú – Rio de Janeiro, no endereço – Avenida Engenheiro Richard, casa 137, sala 101, ela oferece atendimento nutricional personalizado. Para agendar uma consulta ou obter mais informações sobre terapia alimentar, entre em contato pelo telefone (21) 97126-5898. Juntos, vocês podem transformar a relação da criança com a comida, proporcionando uma vida mais saudável e feliz. Acompanhe Mari nessa jornada rumo a uma relação positiva com a alimentação!

SERVIÇO
Mari Taranto
Telefone: (21) 97126-5898
Endereço: Avenida Engenheiro Richard, casa 137, sala 101 – Grajaú – RJ

Advertisement

Continue Reading

Saúde e Beleza

Cirurgia robótica para câncer de próstata é alternativa para evitar impotência e incontinência

Published

on

By

Novembro azul é um alerta para homens cuidarem mais da sua saúde e de conhecer novos tratamentos que minimizam sequelas, tempo de tratamento e de hospitalização

Alguns dos desafios da campanha de combate ao câncer de próstata (“novembro azul”) é diminuir o preconceito, ressaltar a importância dos exames preventivos, discutir sobre a saúde do homem e apresentar novas tecnologias em prevenção e tratamentos. De acordo com o INCA (Instituto Nacional do Câncer), o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). O instituto aponta que esse tipo de câncer atinge anualmente 29% dos homens no Brasil e causa cerca de 15 mil óbitos anuais, a segunda maior taxa de mortalidade por câncer que atinge homens no país.

Nesse contexto, o Dr. Bruno Benigno, renomado especialista em cirurgia robótica e chefe de equipe de Urologia no Centro de Oncologia e Urologia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo, destaca a importância de uma avaliação abrangente da saúde masculina. Ele enfatiza não apenas a saúde prostática, mas também outros aspectos como atividade física, qualidade do sono e alimentação.

Os tratamentos evoluíram muito. Dentre as novidades, destaca-se a cirurgia de Prostatectomia Radical Robótica, para retirada do câncer de próstata e feita com auxílio de robô manipulado pelo cirurgião. O procedimento faz remoção total da próstata e é indicado principalmente quando o paciente apresenta doença localizada somente na próstata. “A cirurgia robótica apresenta técnicas menos invasivas e é executada através de microcâmera introduzida pelo abdômen, por um pequeno furo e por pinças, também introduzidas por pequenos furos. Este método promove menos dor, sangramento e o paciente recebe alta mais rápido”, explica Benigno, um dos 320 urologistas aptos no País para executar tal técnica.

Advertisement

Além disso, ele destaca a ampliação na utilização de novos testes sanguíneos mais precisos que o PSA, como o PHI Score e o 4K Score. “Estes testes são feitos no sangue e avaliam proteínas semelhantes ao PSA e que têm alta correlação com a existência do câncer de próstata. Esta inovação representa um avanço significativo na precisão diagnóstica.”

Estima-se que, ao ser diagnosticado no início, 9 entre 10 homens têm êxito no tratamento do câncer. Ótima margem, mas que não representa a realidade, já que exames de prevenção do câncer ainda são tabus entre homens, o que torna as idas ao urologista bem inferiores às das mulheres ao ginecologista.

Dentre os exames para avaliação da saúde da próstata, os mais comuns são o toque retal e a dosagem de PSA (Antígeno Prostático Específico). O toque é um exame comentado por gerar insegurança e preconceito pela maioria dos homens. Um dos objetivos do Novembro Azul é encorajar a sua realização. Por meio dele é possível identificar sinais de doenças como inflamações, alterações nas glândulas e o surgimento de nódulos. Já o exame de sangue identifica se os níveis de PSA estão elevados. Biópsia, ultrassonografia, ressonância magnética e tomografia computadorizada podem ser solicitados para um diagnóstico detalhado.

Benigno lembra que outra evolução notável é a integração da ressonância magnética antes da biópsia de próstata, que permite identificar com mais precisão os focos de doença dentro da próstata que poderiam não ser identificados no momento de uma biópsia. Esta técnica melhora a eficácia do diagnóstico e reduz os riscos de falsos negativos.

“A inteligência artificial é uma novidade que passa a ser integrada na fase de diagnóstico, permitindo que algoritmos analisem uma enorme quantidade de fotos do tecido da biópsia de próstata, indicando para o médico as principais áreas de agressividade da doença; assim como possibilitando avaliar melhor o prognóstico e resposta dos pacientes a determinados tipos de tratamento, como a radioterapia e hormonioterapia”, diz. Para ele, este avanço representa um marco na personalização do tratamento do câncer de próstata.

Advertisement

O diagnóstico precoce continua sendo essencial para combater a doença, que muitas vezes é “silenciosa”. Por isso, é recomendável que homens a partir dos 45 anos procurem um urologista e realizem exames preventivos regularmente, um passo vital para aumentar as chances de sucesso no tratamento.

Dr. Bruno Benigno

Desde 2017 é chefe de Urologia do Centro de Oncologia e do Centro de Urologia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz (SP), é fundador da Clínica Uro Onco em São Paulo, é especialista no tratamento do câncer do sistema urinário (masculino e feminino) e sistema reprodutor masculino, no tratamento do câncer de próstata, rim, bexiga, testículos e cálculos do sistema urinário. Tem subespecialização em Cirurgia Robótica, Laparoscopia e Terapia Focal (HIFU).

Youtube | Videocast Doutor Bruno Benigno

Instagram @dr_benigno

Advertisement

Facebook Bruno Benigno

Blog Uro Onco

Continue Reading

Saúde e Beleza

Como a terapia celular CAR-T pode ser uma esperança para casos graves de leucemia e linfomas

Published

on

By

O tratamento, recém autorizado no Brasil é um dos mais promissores no tratamento de câncer

Recentemente o uso da terapia celular CAR-T para o tratamento de câncer tem ganhado destaque no Brasil devido à aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de um estudo clínico pioneiro, voltado para o tratamento de pacientes com leucemia e linfoma utilizando o método.

Na terapia por células CAR-T os profissionais de saúde removem de um paciente as células T, que são glóbulos brancos do sangue conhecidos como linfócitos que estão envolvidos na resposta do sistema imunológico, e fazem uma modificação genética para produzir receptores de antígenos quiméricos (CARs). Então, essas células modificadas, agora chamadas de CAR-T são devolvidas à corrente sanguínea do paciente, onde atacam e matam as células cancerígenas. Dessa forma, o próprio organismo do paciente torna-se um auxiliar no tratamento contra o câncer.

Este tratamento é uma opção de tratamento transformadora com respostas potencialmente duradouras e até mesmo curativas para alguns cânceres que não apresentam uma boa resposta ao tratamento quimioterápico e têm mostrado importantes resultados em todo mundo. “A terapia celular CAR-T está entre as áreas mais promissoras para o tratamento de câncer, com muitas histórias de sucesso ao redor do mundo”, explica o Dr. Mohamed Kharfan Dabaja, hematologista e oncologista da Mayo Clinic cujo Programa de Terapia Celular CAR-T é uma referência no mundo e um dos poucos feitos em centros médicos selecionados e com especialistas treinados e certificados para gerenciar a terapia com células CAR-T.

Advertisement

A terapia ainda pouco explorada no Brasil pode ser indicada em alguns casos de leucemia linfoblástica aguda, linfomas e mieloma múltiplo, sobretudo em situações mais graves onde há pouca reação aos tratamentos convencionais ou até mesmo retorno da doença o que diminuiria drasticamente a expectativa de vida do paciente. O Dr. Kharfan ressalta que a terapia deve ser utilizada após a falha de 3 a 5 linhas de tratamentos, incluindo o uso de anticorpos monoclonais,devido ao seu alto custo e a agressividade dos efeitos. No entanto, para alguns casos o tratamento pode dar esperança para pacientes que têm opções limitadas.

“Pacientes com esses cânceres que não tenham respondido aos tratamentos iniciais ou que tenham recaída, geralmente têm uma sobrevida pequena,menos de 10% a 15% de sobrevida por ano. Com esse tratamento pode existir uma melhora grande, cerca de 40% dos pacientes após a terapia CART continuam em remissão do câncer após 3 ou 4 anos” ressalta.

O processo de terapia celular CAR-T é complexo e dura muitas semanas, cerca de 80% das pessoas têm reação às células CAR-T, elas podem precisar ficar no hospital para receber monitoramento e cuidados. Ainda que os efeitos colaterais da terapia CAR-T em geral sejam reversíveis, o Dr. Kharfan Dabaja explica que eles podem incluir: A síndrome de liberação de citocina, um dos efeitos colaterais mais comuns da terapia celular CAR-T que o acionamento da resposta imunológica que ocorre quando as células T modificadas são introduzidas na corrente sanguínea do paciente. Também é possível que ocorra neurotoxicidade, distúrbios sanguíneos e infecções.

Entretanto é importante ressaltar que raramente os efeitos secundários levam a óbito, pois os profissionais de saúde já estão mais preparados para lidar com eles. Apenas 1 a 2 % dos pacientes sentem efeitos colaterais que evoluem para formas mais graves que podem colocar em risco a vida do paciente. “As pessoas que planejam receber a terapia celular CAR-T devem ter a predisposição de permanecer no hospital depois da infusão das células por muitos dias para que a equipe de saúde possa monitorar a resposta à terapia”, explica o Dr. Kharfan Dabaja.

Advertisement
Continue Reading

Mais Lidas

Copyright © TimeOFFame - Todos os direitos reservados