Connect with us

Diversidade

Uma das pré-selecionadas para o reality Cruzeiro Colorido, Marcela Porto sonha com vaga no próximo BBB, depois do Cruzeiro colorido 

Published

on

A caminhoneira, conhecida como Mulher Abacaxi, disse que jamais será uma “planta” em um reality show

Rainha Escola de Samba  Acadêmicos da Sossego 2023 Marcela Porto, conhecida como Mulher Abacaxi, está entre as 40 pré-selecionadas para entrar no 1° reality show voltado ao público LGBTQIA+ do mundo, o Cruzeiro Colorido. As votações estão rolando no site do programa. A caminhoeneira quer usar a visibilidade trazida pela atração para participar do BBB. 

“É o meu sonho. O BBB só teve duas mulheres trans em toda história, quero ser a terceira. Se o Boninho me der essa chance, prometo não decepcionar. Jamais serei uma planta em um reality. Vou levar entretenimento ao reality”, disse. 

Marcela quer entrar no reality da Globo não só para debater temas importantes para a comunidade LGBTQIA+, mas para se destacar. “Esse será meu principal objetivo: causar. Também quero participar da Fazenda. Acho muito bacana também. Tem várias tretas, não vou fugir delas”, enfatiza a mulher  trans. 

Advertisement

Caso seja selecionada para o Cruzeiro Colorido, a empresária terá que antecipar a viagem que faz pela Europa com o marido. “Todo ano, eu vou com meu marido. Fico dois meses.Se eu for selecionada para o Cruzeiro Colorido, vou ter que antecipar minha volta”, disse.

Fotos Allan BERTOZZI 

Continue Reading
Advertisement

Diversidade

Pablo Jamilk lança livro polêmico sobre Linguagem Neutra de Gênero

Published

on

O Doutor em letras Pablo Jamilk, lançou oficialmente seu livro “Linguagem Neutra de Gênero – Um Debate Necessário”, que traz um extenso estudo sobre a linguagem neutra, embasado na teoria linguística e em estudos pessoais relativos à cognição e à neurociência.

Palco de grandes discussões, a linguagem neutra de gênero vem sendo debatida por escolas, políticos, pessoas conservadoras, ativistas das causas LGBTQIA+, professores e linguistas.

Através da rápida expansão da comunicação na Internet, surgem diversos questionamentos que rapidamente são lidos e compartilhados por milhares de pessoas. Dentre essas questões, estão as de que a língua portuguesa seria machista e sexista. Mas será que esse grupo de pessoas que querem instituir uma nova forma de linguagem possuem fundamento teórico para tais afirmações?

No livro, o professor debate essas e demais questões acerca do tema, e comenta como funciona o processo para fazer alterações nas regras da língua portuguesa, e quanto tempo eles levam para serem aprovados. Afinal, segundo o autor, é possível discutir qualquer tipo de variação linguística; mas variação não é normatização, tampouco padronização. É muito grave supor que uma forma de neutralização deva ser vista como normativa (a ser ensinada no currículo escolar), uma vez que já existe uma modalidade de uso da própria língua portuguesa que se apresenta como neutra de gênero sem precisar recorrer ao uso de X, @ ou qualquer outro artifício.

Advertisement

O professor comenta que não quer colocar mais lenha na fogueira, muito menos reforçar discursos de ódio contra as minorias, mas sim, trazer informação clara e real sobre a forma como a língua funciona, para que seus falantes não tenham mais dúvidas sobre a temática da linguagem neutra.

 

Sobre Pablo Jamilk

Atuante no mercado digital desde 2010, o professor Pablo Jamilk, leciona para alunos do país inteiro, que por meio de suas aulas online, cursos e palestras, buscam alcançar bons resultados no Enem em concursos e vestibulares.

Nascido e criado na cidade de Cascavel no Paraná, Pablo Jamilk, desde sempre demonstrou interesse pela educação. Aos 15 anos, assumiu o posto de professor de iniciação à filosofia, dando aulas para alunos do ensino médio, na escola onde estudava. Pablo também foi bibliotecário e professor de língua inglesa para crianças de 3 a 5 anos, nesse período desenvolveu uma metodologia lúdica para o ensino da língua estrangeira.

Advertisement

Apaixonado pela educação, o jovem cursou letras, a fim de seguir adiante em seu sonho de ser professor, essa foi a melhor escolha que Pablo poderia fazer. Com muita dedicação, se formou mestre e doutor em letras.

Escreveu mais de 10 livros voltados para os concurseiros, vestibulandos e os aficionados pela língua portuguesa.

Com números impressionantes, o professor vem se destacando na internet, seus inscritos no YouTube somam mais de 390 mil que acompanham suas videoaulas com dicas sobre verbos, uso da vírgula, modelos de redação entre outros.

No Instagram, Pablo faz lives semanais com conteúdos diversos da língua portuguesa, para seus mais de 425 mil seguidores.

 

Advertisement

Redes Sociais

Instagram: https://www.instagram.com/pablojamilk

YouTube: https://www.youtube.com/pablojamilkoficial

Site: https://www.pablojamilk.com.br/

Advertisement
Continue Reading

Diversidade

Top Drag Tchaka afirma “Estou pronta para apresentar qualquer reality”

Published

on

A rainha das nossas festas faz da arte seu ganha pão há mais de 21 anos

A cada ano a arte drag queen aumenta sua participação em vários segmentos da sociedade, estão em muitas profissões e foi por perceber que o mercado de ‘streaming’ está aquecido que nossa Queen fez curso de oratória, curso de teatro e de mestre de cerimônias e desenvolveu o projeto de entrevistas no canal do Youtube “Muita TchaKa Nessa Hora” onde leva muita informação com uma pegada de empreendedorismo com muito bom humor e leveza.

Pensando nessa nova onda de realitys shows no Brasil, TchaKa afirma estar pronta para apresentar um programa de disputa de criadores de conteúdo, vendedores digitais ou mesmo um disputa no estilo RuPaul Drag Race Tupiniquim com o objetivo de formar e entreter tanto participantes como audiência.

“Ser Drag Queen no Brasil hoje além da arte que transforma, cutuca, propõe possibilidades, emociona, refresca, despressuriza, encanta e cria pontes para momentos de felicidade também é resistência, enfrentamento dos desmandos políticos com humor inteligente, visagismo inspirador para mundo da moda, fotografia, programas de tv, eventos corporativos, etc. Enfim nós drag queens somos o futuro no presente”, finaliza.

Advertisement

Saiba mais em: http://www.tchaka.com.br/
Instagram: @tchakadragqueen

 

Sobre Tchaka Drag Queen
Tchaka é a Drag Queen vivida por Valder Bastos há 20 anos. Valder se formou em direito e fez a Escola Teatro Macunaíma. Há quase duas décadas dedica a maior parte do seu tempo à sua colorida drag “Tchaka”. Com os anos de trabalho e milhares de shows e militância, Tchaka conquistou muitos fãs e chegou a um patamar desejado por muitas drags e artistas. Ficou nacionalmente conhecida e famosa pelos inúmeros Telegramas Animados que já fez, conquistou a mídia, críticos e hoje, entre os vários afazeres que ocupam o seu dia, administra a sua empresa de eventos.

Tchaka é multifacetária. Já participou de programas de televisão, fez peças de teatro, filmes, é garota propaganda e ainda reserva momentos para viver seu grande amor com seu parceiro de 20 anos, Carlos, também conhecido nas redes sociais como “Chef Carlito”. Para dar vida a drag, o advogado Valder Bastos, leva em média quase duas horas e meia para ficar pronta. São dezenas de detalhes que são realizados para que a personagem ganhe vida, colorida, alegre e realizando sonhos e eventos pelo Brasil. Maquiagem, peruca, sapato, vestido e corpete tudo escolhido a dedo, para cada evento, seja temático ou não. “Sempre peço uma breve história do homenageado ou quem vou interagir e com isso produzo enfeites de cabeça exclusiva, roupas, sapatos e claro a maquiagem perfeita para cada evento”, explica Tchaka.

Quando questionada sobre as diferenças entre os dois, Tchaka enfatiza: “O Valder Bastos é razão, cálculos, contas… Ele é sério, tímido e muito atraente.
A Tchaka é uma boneca gigante assim como a personagem Emília, de Monteiro Lobato, doida, jovem, louca, irreverente (afinal eu sou uma Drag Queen. Risos), enfim é meu lado glamoroso que amo. Ou seja, os dois são tudo na minha vida”.

Advertisement

Valder aproveita para comentar sobre as conquistas da Tchaka. “Com ela aprendi que a vida passa rápido demais e viver de mentiras, até para você mesmo, é uma grande perda de tempo e de energia. Você tem que fazer um esforço desnecessário para que tudo aconteça. Claro que como Drag Queen Tchaka, até tenho muito da hipocrisia da mentira para ser aceita e amada pelo grupo, mas tenho que a cada dia tentar fazer um exercício de desapego do meu próprio EGO, ele sim detona relacionamentos, acaba com sua vida privada e faz uma loucura do mal dentro de você”.

 

Continue Reading

Diversidade

Influencer Mylena Vanucci reflete todas as cores do orgulho de ser quem é

Published

on

O maior desafio na vida é aceitar quem você é com carinho. O segundo maior é ser feliz com o que você tem com muita gratidão. Com coragem e muito carisma a modelo trans, hostess e influencer Mylena Vanucci usufrui das oportunidades que tem e alerta sobre o preconceito que enfrentou nas passarelas da vida.

A modelo paulistana, busca ser reconhecida por seu trabalho, na carreira de modelo. Um sonho que no começo pode ter parecido impossível de ser realizado, mas determinação nunca faltou para esta libriana, que já trabalhou no Playcenter, na TV Record e nas lojas C&A antes de caminhar de vez nas passarelas.

“Força, foco e fé. São as três palavras que guiam a minha carreira. Se fossem quatro a quarta seria determinação!”, exalta Mylena.

É para derrubar padrões que ela desfila, é para empoderar outras mulheres trans que ela segue, é para mostrar a todas que elegante mesmo é o amor-próprio! Sobreviver todos os dias lutando em uma indústria que ainda é muitíssimo preconceituosa, é o seu sonho, é o seu desafio!

Advertisement

Mylena Vanucci – Foto: Acervo Pessoal / Renato Cipriano e Zuleika Ferreira – Divulgação

Um cenário que está mudando, acredita Mylena, mas ainda há muito a se caminhar para que o respeito e a empatia sejam refletidas nos looks de todas as estações. A palavra de ordem é diversidade!

Em especial neste dia, o relato e a admiração por esta incrível mulher, que reflete todas as cores do orgulho de ser quem é.

“Mas este ato revolucionário de nos tratar com ternura e respeito é o ponto de partida para desfazer cada maldade alheia que são prejudiciais à toda uma vida. Quem olha para fora, sonha, quem olha para dentro acorda!”, conclui Mylena Vanucci com elegância e entre sorrisos.

Crédito das Fotos: Acervo Pessoal / Renato Cipriano e Zuleika Ferreira – Divulgação

Mylena Vanucci – Foto: Acervo Pessoal / Renato Cipriano e Zuleika Ferreira – Divulgação

Mylena Vanucci – Foto: Acervo Pessoal / Renato Cipriano e Zuleika Ferreira – Divulgação

Continue Reading

Mais Lidas

Copyright © TimeOFFame - Todos os direitos reservados