Connect with us

Negócios

Três formas de fechar a janela para a venda irregular de Vale Transporte

Published

on

Anderson Belem (*)

Praticamente todas as cidades médias e grandes do Brasil já se acostumaram com a cena do chamado ‘Golpe da Janelinha’ aplicado no uso do Vale Transporte. Na prática, ele se materializa por meio de uma movimentação aparentemente tranquila. A pessoa paga sua viagem passando um cartão na catraca do ônibus e, logo na sequência, este plástico é entregue pela janela do coletivo a alguém que espera do lado de fora.

Mas, se por um lado a parte final do golpe tem esse enredo simples, a preparação para este desfecho tem um roteiro bastante complexo. Na cena descrita, a pessoa que entrega o cartão pela janelinha é o consumidor final do esquema. Já o recebedor do plástico do lado de fora do veículo é o membro da quadrilha. Este indivíduo adquiriu os créditos de um trabalhador que recebeu o benefício oferecido pela empresa na qual trabalha sob a premissa de que usaria este recurso para se deslocar de sua casa ao endereço do empregador.

A negociação fraudulenta feita entre o trabalhador que recebe o benefício e a quadrilha geralmente obedece à seguinte lógica: o possuidor do cartão recebe, por exemplo, R$ 500 de vale transporte. Ele procura os pontos de compra das quadrilhas que ficam com esses créditos pagando por eles apenas a metade do valor que é depositado via PIX em sua conta ou entregue em mãos direto para o vendedor. Com a transação feita, o trabalhador precisa deixar seu cartão com os membros da quadrilha por pelo menos 40 dias para que eles o ‘emprestem’ momentaneamente ao comprador final na cena da janelinha.

Advertisement

A vantagem para a quadrilha é que, ao permitir que outras pessoas usem o cartão, o valor dos créditos presente no vale transporte volta de forma integral em forma de dinheiro vivo para seus cofres.

Ocorre que este golpe prejudica muito as empresas que concedem o Vale Transporte aos seus trabalhadores porque elas, na prática, acabam fazendo um investimento desnecessário uma vez que, se o profissional vende o benefício é porque não precisa dele para comparecer ao emprego.

A disseminação deste tipo de golpe foi possível graças às dificuldades encontradas pelos departamentos de recursos humanos em gerirem o benefício. Considerando que o benefício é gerado por meio de uma informação prestada pelo próprio colaborador que indica sua necessidade, e que os RHs em regra não possuem recursos para validar a informação, a fraude se inicia.

Felizmente, a solução começa a surgir com uma reengenharia neste modelo de benefício que promove uma abordagem reversa fazendo uma releitura do sistema e ajustando as falhas de todo o fluxo até a compra do vale-transporte. O princípio norteador deste realinhamento é o de que, enquanto houver colaborador que não se utiliza do vale-transporte recebendo créditos, haverá quadrilhas dispostas a comprar com deságio e passageiros dispostos a “alugar” o VT do colaborador (golpe da janelinha).

O antídoto então passa pela criação de métodos inteligentes de identificar as sobras de forma que a própria empresa possa reutilizá-las para reduzir a compra do VT, portanto eliminando a “gordura” que ficava disponível para venda.
Para isso são utilizados três tipos de inteligências:

Advertisement

1. Confronto entre o registro de uso do cartão e o termo de opção do Vale-transporte identificando todas as utilizações com padrão de fraude como utilização fora da rota, em horários díspares da rotina do trabalhador (exemplo quando o VT do mesmo é utilizado mesmo em dias e horário em que o mesmo encontrava-se no trabalho), repetidas vezes terminais de grande fluxo de passageiros onde comumente são descarregados os Vales, transações só de IDA partindo do mesmo local e nunca sendo utilizado em rota contrária indicando o retorno.

2. Roteirização baseado em sistema de geoprocessamento do transporte público capaz de indicar os meios de transporte mais rápidos e econômicos entre dois destinos diferentes (casa x trabalho).

3. Pedido Inteligente. Que é o reaproveitamento de todos os créditos não utilizados em favor do mesmo colaborador reduzindo o custo da empresa.

Essa reengenharia acende uma luz no fim do túnel porque os esforços realizados pelas autoridades policiais até o momento têm se mostrado insuficientes para eliminar o problema, uma vez que quando uma quadrilha é desbaratada em um ponto, logo surge outra ainda maior na vizinhança.
Em uma época em que cada centavo conta para alcançar o desenvolvimento saudável da condição econômica das empresas, não é mais possível continuar assistindo o dinheiro ser desviado de sua destinação correta literalmente pela janela. O jeito é buscar a solução na inteligência e na tecnologia.

* Anderson Belem é CEO da Otimiza, worktech especializada em benefícios corporativos adaptados às necessidades do trabalho híbrido

Advertisement

Continue Reading
Advertisement

Negócios

Flavio Muniz compartilha estratégias para vender produtos orgânicos sem gastar no ambiente digital

Published

on

By

No cenário em constante expansão do comércio orgânico, Flavio Muniz emerge como um mentor vital para afiliados e novatos interessados em alavancar suas vendas sem incorrer em altos custos digitais. Muniz, conhecido pela sua expertise em estratégias de marketing digital, desvela um conjunto de técnicas eficazes para os empreendedores que desejam prosperar nesse nicho.

Com a crescente conscientização sobre a importância da alimentação saudável e sustentável, o mercado de produtos orgânicos testemunhou um aumento significativo na demanda nos últimos anos. No entanto, muitos afiliados e novatos podem sentir-se sobrecarregados ao tentar entrar nesse setor altamente competitivo.

Flavio Muniz, por meio de sua vasta experiência e conhecimento em marketing digital, desvenda os segredos por trás do sucesso no mercado orgânico. Sua abordagem inovadora e acessível oferece aos empreendedores uma compreensão abrangente de como criar.

Advertisement
Continue Reading

Negócios

Conheça Feu Ojapinha, Vencedor do Prêmio de Melhor Agência de Crédito de Paudalho-PE em 2023

Published

on

By

Na noite de gala da premiação dos Melhores do Ano de Paudalho-PE, realizada em novembro de 2023, a comunidade local teve a oportunidade de reconhecer e celebrar as realizações excepcionais em diversas áreas. Entre os grandes destaques da noite estava Feu Ojapinha, cuja agência de crédito, Feu Bank, conquistou o título de Melhor Agência de Crédito do município.

O prêmio foi resultado de uma votação pública realizada nas redes sociais, onde os cidadãos de Paudalho expressaram suas preferências e reconheceram o trabalho exemplar realizado pela equipe do Feu Bank. A agência se destacou não apenas pela excelência em serviços financeiros, mas também pelo compromisso em atender às necessidades da comunidade local, oferecendo soluções acessíveis e eficazes para seus clientes.

Feu Ojapinha, fundador e líder visionário do Feu Bank, expressou sua gratidão pelo reconhecimento e dedicou o prêmio à equipe dedicada e aos clientes leais que confiaram em seus serviços ao longo dos anos. Em seu discurso de agradecimento, Ojapinha reafirmou o compromisso do Feu Bank em continuar oferecendo soluções financeiras inovadoras e acessíveis, contribuindo para o desenvolvimento econômico e social de Paudalho e região.

A premiação dos Melhores do Ano de Paudalho-PE não apenas celebrou as realizações individuais e coletivas, mas também destacou a importância do reconhecimento público e do apoio mútuo na construção de uma comunidade próspera e vibrante. Feu Ojapinha e o Feu Bank representam o espírito empreendedor e o compromisso com a excelência que continuam a inspirar e fortalecer Paudalho e seus habitantes.

Advertisement

A premiação foi feita pelo GRUPO KLÉR CARVALHO, pela Lorrana Gabriella. Feu estava ao lado de sua esposa Lorrana Gabriela, idealizadora da Feu Bank.

Continue Reading

Negócios

Virou Sorvete! Nutty Bavarian e Sorvetes Los Los acabam de anunciar collab

Published

on

By

Sempre surpreendendo com sabores icônicos, o portfólio da Sorvetes Los Los acaba de ser recheado com mais um co-branding de respeito. Agregando as famosas nuts glaceadas da Nutty Bavarian em uma cremosa massa de leite com um toque de canela, formou-se uma combinação irresistível.

O famoso gelato italiano, em companhia do clássico snack alemão, deram vida a um produto único, que é a junção da cremosidade com a crocância, uma sintonia perfeita em forma de sorvete.

A novidade pode ser encontrada na versão cup, de 490ml, e já está disponível nos pontos de vendas da Los Los espalhados pelo Brasil.

Para conhecer mais sobre a Sorvetes Los Los acesse no Instagram: @sorvetesloslos e para encontrar o ponto de venda mais próximo acesse:

Advertisement

SOBRE A NUTTY BAVARIAN

A Nutty Bavarian é uma marca com rede de franquias brasileira, pioneira no segmento de Castanhas Glaceadas Artesanais, com aproximadamente 160 quiosques e lojas distribuídas por todo o território nacional. Estabelecida em 1996 pela empresária Adriana Auriemo, a marca foi introduzida no Brasil após uma inspiradora visita aos Estados Unidos, onde Adriana teve o primeiro contato com o produto em um jogo de basquete. Desde então, a Nutty Bavarian conquistou o paladar dos brasileiros, comercializando aproximadamente 30 toneladas de nuts todos os meses.

SOBRE A SORVETES LOS LOS

A Los Los inovou em 2014 fornecendo freezers em modelo comodato, ao invés de disponibilizar aquisições de franquias. Essa estratégia bem-sucedida permitiu que diversos estabelecimentos, como restaurantes, bombonieres e varejistas, pudessem oferecer os picolés da marca, o que trouxe mais de 3 milhões de novos consumidores e um crescimento acelerado para a marca, que segue conquistando consumidores e muitos paladares.

Em 2018, em um co-branding inédito com a Arcor, foi lançado o icônico picolé 7Belo, e a parceria virou uma febre de vendas, devido à grande repercussão na mídia e entre os consumidores. A partir daí, a Los Los investiu em outras collabs de sucesso e criou a linha “Virou Sorvete”, que inclui sabores como:  Doce de Leite Aviação, Big Big, Ovomaltine, entre outros.

Advertisement

Além disso, diante dos desafios da pandemia, a Sorvetes Los Los se reinventou e criou a sua linha de cups, que é sucesso absoluto e conhecida do público por sua cremosidade  e abundância de recheio, além dos sabores tradicionais, a marca também apostou em collabs, repetindo o sucesso do Doce de Leite Aviação, e incrementando o portfólio com Bolo de Rolo, da Casa dos Frios, Nanica e Nutty Bavarian.

Continue Reading

Mais Lidas

Copyright © TimeOFFame - Todos os direitos reservados