Connect with us

Notícias

Empresário Euríler Jubé lançou agência especializada em vendas de infoprodutos diante da demanda crescente deste segmento

Published

on

Euríler Jubé - Foto Divulgação

O mercado de infoprodutos, que são produtos online voltados à educação, como cursos à distância e e-books, tem tido crescimento nos últimos anos, em especial desde 2020, com as restrições sanitárias. Levantamento do Google realizado em abril de 2020 mostrou aumento de 130% da procura por cursos à distância apenas naquele mês, números que se mantiveram grandes. Esta dinâmica propiciou o surgimento de duas profissões: infoprodutores e estrategistas digitais. Infoprodutores são os que criam e oferecem os cursos e livros, já os estrategistas digitais se especializaram no lançamento e na venda destes produtos digitais.

O empresário Euríler Jubé, dono da Sparta, agência especializada em lançamentos de infoprodutos, analisa este mercado como promissor mesmo após a pandemia. “A educação online se tornou mais rápida, acessível e democrática, pela internet é muito mais fácil compartilhar conhecimento e ganhar dinheiro com isso”, explica o empresário. A Sparta não amargou prejuízos durante a pandemia, ao contrário: aumentou as vendas. Recentemente, vendeu 1 milhão de reais em apenas 2 minutos.

É possível lançar cursos livres de qualquer área. Pessoas podem criar aulas de marketing, de organização de finanças pessoais, na área da moda, da gastronomia ou de qualquer outro assunto que dominem. As plataformas digitais permitem publicações de vídeos, de e-books e até mesmo a realização de aulas ao vivo. O baixo custo de produção se torna atraente e permite que os preços sejam acessíveis e, com isso, atraem um público amplo.

“A internet, quando bem utilizada, impacta milhares e até milhões de pessoas ao mesmo tempo”, explica Euríler. A Sparta é especializada no lançamento de produtos ofertados por nomes já consolidados no mercado. O empresário ressalta que há técnicas para garantir o sucesso destas vendas e é neste escopo que ele se insere, já que não basta ter o melhor curso se não souber ofertá-lo. “Atuar no lançamento e na venda me parece ainda mais promissor, pois são poucas pessoas no mercado que dominam estas técnicas e há infoprodutos de sobra”, afirma.

Advertisement
Euríler Jubé - Foto Divulgação

Euríler Jubé – Foto Divulgação

Assim, os estrategistas traçam um plano específico para vender o produto e se tornam parceiros dos infoprodutores. “Enquanto o infoprodutor se foca em ser o melhor naquele assunto, o lançador, também conhecido como co-produtor ou estrategista, se foca no marketing e faz o produto chegar no maior número de pessoas”. O nicho é tão específico que, após entender e dominar as ferramentas de lançamento de infoprodutos criados por outras pessoas, Euríler decidiu se lançar como infoprodutor especializado em conteúdos sobre isso. “Os infoprodutos surgem a partir da vocação e do talento, além da demanda do mercado”.

Quem é Euríler Jubé

Natural de Goiânia, Euríler saiu da pobreza e se tornou milionário aos 22 anos em um intervalo de apenas 3 anos ao empreender no ramo do marketing digital, em especial, no ramo de lançamentos de infoprodutos. É dono da Sparta, uma das maiores agências de lançamentos do Brasil. Após atingir R$ 40 milhões de reais vendendo infoprodutos de grandes nomes de diversas áreas, Euríler busca se consolidar com o lançamento de seus próprios cursos e palestras, compartilhando com o público seus métodos que o tornaram referência em vendas, marketing digital e empreendedorismo.

Redes Sociais:
Youtube:  Euríler Jubé
Instagram:  @euriler

Advertisement

Geral

Cirurgião plástico explica a técnica ‘brazilian butt lift’

Published

on

Uma das cirurgias plásticas que está cada vez mais em alta nos Estados Unidos é o “brazilian butt lift”, que consiste em utilizar a gordura do próprio corpo através de uma lipoaspiração, onde a mesma é introduzida nos glúteos, dando volume e forma. Apesar do procedimento ser indicado como um dos mais seguros, está havendo um certo descontrole, onde o procedimento está sendo realizado por médicos sem especialização, resultando em mortes.

Na última semana, membros de diferentes conselhos médicos estaduais americanos se reuniram em Miami para discutir uma série de restrições da cirurgia. O médico cirurgião plástico brasileiro, Dr. Esmail Safaddine falou da cirurgia e dos cuidados ao realizá-la.

De acordo com o especialista, a lipoenxertia é hoje a melhor indicação se tratando de aumento glúteo, visto que, não existem produtos sintéticos no mercado nacional que em grandes quantidades sejam seguros.

“A gordura por ser do próprio corpo da paciente tem um risco mínimo de rejeição, e se feito em ambiente hospitalar e com todos os cuidados que são obrigatórios tem também risco mínimo de infecção”, explicou o médico.

Advertisement

Mesmo apresentando baixos riscos, o Safaddine destaca a TVP (trombose venosa profunda) e a Embolia Pulmonar, que são complicações que podem ocorrer após uma enxertia glútea e o risco gira em torno de 1/2%.

“De alguns anos pra cá, esse risco vem diminuindo porque mudamos a forma de aplicar, hoje a indicação é colocar a gordura acima do músculo, onde temos vasos menos calibrosos, e portanto risco menor de complicação”, disse.

Dentre os cuidados que precisam ser tomados, o Dr. Esmail orienta que a prevenção é sempre o melhor tratamento. Onde o uso de meia elástica, bota pneumática, uso de anticoagulantes e deambulação precoce ameniza consideravelmente o risco de complicações. Vale também levar em consideração saber o histórico prévio do paciente, pois existem pacientes com risco maior, como obesos, fumantes e pacientes em uso de anticoncepcional oral.

“Resumindo, a cirurgia de lipoescultura é segura, é a melhor indicação ainda quando falamos na estética de remodelação glútea e a prevenção é sempre o melhor remédio,” orientou.

Advertisement
Continue Reading

Geral

Brasil hoje tem quase um milhão de criativos empregados

Published

on

Denilson Shikako, CEO da Fábrica de Criatividade, explica que os profissionais criativos estão em alta porque possuem visão macro (SUBTITULO)

Uma nova edição do Mapeamento da Indústria Criativa realizada pela Firjan apontou que o número de profissionais criativos cresceu 11,7% em relação à última edição lançada em 2019.

A pesquisa analisou o setor entre 2017 e 2020 e revelou que hoje, o Brasil conta com 935 mil profissionais criativos formalmente empregados, o que equivale a 70% da mão de obra que atua na indústria metal mecânica brasileira.

O mapeamento foi separado em quatro áreas criativas: tecnologia, consumo, mídia e cultura e, de acordo com o estudo, as duas primeiras áreas representam mais de 85% dos vínculos empregatícios dos profissionais, com aumentos de 20,0% e 12,8%, respectivamente. Já Cultura e Mídia, que representam os 15% restantes, registraram uma queda de 7,2% e 10,7%.

Advertisement

Para o especialista em criatividade, Denilson Shikako, CEO da Fábrica de criatividade, os números representam que a inovação traz lucro, traz Roi e traz resultado. “Estão contratando mais as pessoas criativas. No Fordismo, a gente foi treinado para entregar resultado baseado em operação, baseado em produção. E agora as empresas e as indústrias estão percebendo que esse número aumenta muito mais quando você traz gente do mercado criativo. Penso que esses são os motivos desses dois números estarem aumentando. Em relação aos números que estão diminuindo, referente aos profissionais de cultura e mídia, penso que são dois motivos. O primeiro deles foi a pandemia que diminuiu os cargos formais e tiveram menos atividades culturais acontecendo e a segunda é que as pessoas estão “terceirizando” mais as atividades nesses setores. Com certeza se tivesse uma pesquisa baseada no mercado informal, esse número teria crescido porque as empresas dessas áreas estão contratando freelancers, terceiros ou as próprias empresas estão desenvolvendo capacitações internas nestas temáticas com pessoas “multifunções” o que diminui o número de vagas “formais” afirma Shikako.

Nesta edição, o Mapeamento da Indústria Criativa também realizou as quatro análises com as temáticas Soft Power e desenvolvimento com base na cultura e identidade dos territórios; Desafios à valoração de intangíveis nas Indústrias Criativas; Aspectos da Proteção à Propriedade Intelectual e Problematizando a definição de Economia Criativa, para entender a Indústria Criativa no Brasil e seus impactos sobre cidades e estados.

De acordo com o mapeamento, São Paulo e Rio de Janeiro seguem sendo os estados mais representativos no mercado de trabalho criativo, com 50,9% dos empregos registrados em 2020. Até 2020, havia cerca de 380,3 mil vínculos em SP e, no RJ, 95,7 mil.

O especialista revela ainda que as ocupações são fruto de modificações estruturais nas relações de trabalho, não somente dentro dos setores criativos, como também da economia como um todo. “Antigamente as pessoas eram contratadas por período, por tempo. A mudança nas relações estruturais, penso que na pós pandemia, que é a base dessa pesquisa, se refere às pessoas que estão sendo contratadas para fazer o tempo delas. O mercado como um todo tem trabalhado por projetos. Se eu vou demorar 1h, 10h se vou fazer a entrega com uma pessoa que sabe só sabe fazer a operação e não sabe fazer a gestão, o problema é meu. Entendo que a economia criativa vai trazer muito mais a visão do processo como um todo e não aquele trabalho específico de apertar parafuso, apertar um botão ou até mesmo o que o robô consegue fazer. Hoje em dia o mercado criativo traz a demanda de entregar por entregas e não pelo tempo. O tempo que vai fazer muda a relação estrutural de trabalho”, detalha.

Ainda de acordo com a pesquisa da Firjan, as profissões criativas que estão em alta no Brasil são as seguintes: Analista de Negócios, Analista de Pesquisa de Mercado

Advertisement

Programadores/Desenvolvedores, Biomédico,Visual Merchandising,Gerentes de Tecnologia da Informação,Designer Gráfico, Pesquisadores em geral,Gerente de Marketing e Engenheiros da área P&D.

“Se você olhar todas essas atividades, sempre envolve algo que eu sempre brinco: o que um robô não consegue fazer? O robô consegue fazer uma análise, ele consegue olhar os dados, mas só que fazer essa análise básica cruzando esses dados e trazendo impressões que não estão nos números, é uma coisa que a inovação e a criatividade trazem. As 13 profissões que envolvem um pensamento de inovação, o pensamento macro, a visão do todo é sempre melhor do que a visão da soma das partes. O profissional criativo possui a visão de várias áreas, possui repertório criativo”, conclui.

Continue Reading

Business

Líder de mercado na Comercialização de Madeiras Plásticas e Produtos Ecológicos, a Star Deck abre filial na Bahia.

Published

on

Após 7 anos no Grande ABC, empresários decidem expandir os negócios para o nordeste e já pensam em lojas na região sul do país.

Por muitos e muitos anos, o tema “sustentabilidade” vem ganhando notoriedade e share de mercado em produtos e serviços, principalmente quando o assunto está relacionado a construção civil e suas vertentes. E com base em uma vasta experiência no mercado moveleiro, os Fundadores decidiram criar a “Star Deck” – uma empresa especializada em produtos ecológicos, tendo como seu carro chefe a Madeira Plástica, WPC (Wood Polymer Composite)entre outros.  

No decorrer dos 26 anos de carreira, os profissionais sentiram a necessidade de criar produtos para atender os clientes mais exigentes, conciliando o requinte do alto padrão e um produto que não agredisse a natureza. Foi então que conheceram a tecnologia europeia de WPC e Madeira Plástica, produtos altamente resistentes e sustentáveis. Depois de inúmeros testes e certificações com a nova tecnologia, a empresa investiu em produção100% nacional, com sede na região sul do Brasil.  

A empresa conta com mais de 200 profissionais em todas as áreas, desde o primeiro atendimento até o pós venda e instalação de seus produtos. A matriz da empresa, instalada em São Bernardo do Campo, conta com boa parte destes profissionais. E para ampliar a eficácia de entrega e distribuição do produto, que hoje acontece em todo o território nacional, uma nova unidade física da empresa chega a Bahia, em Feira de Santana, a partir do dia 29/07.  “Para atender melhor não só a Bahia, mas toda a região Nordeste, estamos inaugurando nossa primeira filial na região. Atualmente com a alta demanda de condomínios fechados, clubes e hotéis concentrados na região e o aumento da demanda e instalações, a procura pelo nosso principal material cresceu muito e por este motivo, decidimos abrir nossa primeira filial em Feira de Santana, entregando assim mais qualidade, atendimento personalizado e rapidez“, explica Eduardo, um dosDiretores Executivo da marca. 

A Madeira Plástica é a grande solução para a substituição dos decks de madeira comum, cujo necessitam de manutenção constante e desgaste, instalados em residências e pontos comerciais. O material com garantia de 10 anos, não sofre os danos causados pelo tempo e o desgaste natural provocado pelas ações do sol e da chuva que danificam os tradicionais decks de madeira, não solta farpas e mantém os locais sempre com aparência de novo. Além de ser ecologicamente sustentável. “Nossa Madeira plástica é totalmente reciclável e não contém madeira natural na composição. É indicado para colocação sobre piso (contra piso) nivelado já existente, grama ou terra e também é de fácil limpeza e conservaçãoO custo benefício para o cliente é altamente vantajoso”, explica Eduardo. 

Advertisement

Hoje a empresa líder no segmento aposta na linha de deck para piscinas, trazendo em sua nova coleção mais de 500 itens no seu portifólio de produtos ecológicos. O produto mais comercializado atualmente é o piso para piscina, com tabuas de 15cm, 10 cm de largura por 3,2cm ou 2cm de espessura, na cor Ipê, Cumaru, tabaco entre outras 20 essências. A limpeza e manutenção dos produtos devem ser realizadas apenas com água e sabãoneutro e não há necessidade de produtos químicos para manutenção. 

A nova loja abre as portas ao público feirense a partir do dia 29/07 e traz para a região todo o portfólio de sucesso da marca. A loja fica a Rua Getúlio Vargas, nº 1995 Capuchinhos, Feira de Santana – BA. 

Mais informações, acesse: www.stardeck.com.br

Advertisement
Continue Reading

Mais Lidas

Copyright © TimeOFFame - Todos os direitos reservados